Comunicado do Gabinete de Imprensa dos Deputados do PCP ao PE

Pelo Fim do Bloqueio - Deputados do PCP no PE solidários com Cuba

Em cooperação com outras delegações do GUE/NGL, os deputados do PCP no Parlamento Europeu organizaram, nos dias 29 e 30 de Novembro, uma Conferência pelo Fim do Bloqueio a Cuba.

Esta iniciativa teve como principal objectivo reafirmar a solidariedade do GUE/NGL e de diversos movimentos de solidariedade com a luta do povo cubano, pelo fim do criminoso bloqueio que lhes é imposto pelo imperialismo norte-americano, há 57 anos. Uma oportunidade para expor e denunciar as pesadas consequências territoriais e extraterritoriais do mesmo, bem como a agressividade da política da Administração Norte-Americana contra Cuba. Um bloqueio já por 26 vezes condenado pela Assembleia Geral da Nações Unidas, em sucessivas resoluções, a última das quais com os votos contra apenas dos EUA e de Israel.

Os recentes avanços nas relações entre Cuba e a UE, que levaram à revogação da Posição Comum de 1996 no âmbito da assinatura de um Acordo de Diálogo e Cooperação entre a UE e Cuba, foram saudados nesta iniciativa.

Participaram nesta Conferência,  dando a conhecer o trabalho e intervenção nos seus países na denúncia do bloqueio a Cuba, movimentos de solidariedade da Bélgica, França, Espanha, Itália, Alemanha, Suécia, Dinamarca, Irlanda e uma delegação da Associação de Amizade Portugal-Cuba, representada por dois  dirigentes. Em reuniões bilaterais  com diversos deputados ao Parlamento Europeu, estes movimentos de solidariedade apelaram ao desenvolvimento de mais acções para combater o bloqueio.

Foi ainda possível prestar tributo a Che Guevara, no ano em que se assinalam os 50 anos sobre a morte do guerrilheiro argentino, na presença de um dos seus filhos, Camilo Guevara.

Os deputados do PCP no Parlamento Europeu saudaram a resistência e determinação do povo cubano na luta contra as políticas de intervencionismo e ingerência dos EUA, na defesa do direito soberano a decidir do seu destino e de prosseguir o caminho da revolução socialista, enfrentando com determinação a violenta ofensiva do imperialismo norte-americano na América Latina e Caraíbas.

 

Fonte - Site do PCP - Parlamento Europeu