Ao amanhecer do dia 15 de abril de 1961, aviões armados nos Estados Unidos e tripulados por mercenários, bombardearam os aeroportos de San António, Ciudad Libertad e Santiago de Cuba.

Fidel Castro fala ao povo cubano e proclama a natureza socialista da revolução cubana:"Uma revolução dos humildes, para os humildes, pelos humildes".

O desembarque de 1500 mercenários, inicia-se a 16 de abril, em Playa Giròn, Playa Larga, Baía dos Porcos, Península de Zapata e Matanzas.

Raúl Castro chefiava a provincia de Oriente e Che Guevara o centro da Ilha e Pinar del Río.

Fidel Castro colocou como prioridade a destruição dos barcos que traziam alimentos e munições para reabastecimento dos mercenários. Os invasores tinham de ser derrotados em 72 horas, antes que pedissem o apoio e a intervenção da armada norte-americana, cujos navios se encontravam ao largo de Cuba.

Antes desta invasão falhada ao povo cubano, multiplicavam-se já os atentados contra a população em geral, contra os jóvens alfabetizadores, com a destruição de casa e cultivos.
 
A Associação de Amizade Portugal-Cuba saúda o povo cubano na comemoração desta data fundamental para a História da revolução cubana e da História da América Latina e reitera a sua solidariedade com o processo revolucionário cubano, com a luta contra o bloqueio e pela restituição a Cuba do território ocupado de Guantánamo.
 
Viva Cuba!

 

 

 

 

 

 

 

Companheiros,

Vamos realizar, uma vez mais, o Almoço Comemorativo do 25 de Abril na sede da AAPC.

Após o Almoço, integraremos o Desfile das Comemorações do 25 de Abril.

Contamos com a tua presença!

Inscreve-te!

A Associação de Amizade Portugal Cuba, foi convidada pela embaixada da Venezuela, a estar presente numa reunião no passado dia 7, por ocasião da visita a Portugal do Sr. Vice Ministro Yván Gil.

Presentes também várias organizações sociais, políticas e embaixadas.

Tivemos a oportunidade de assistir a uma minuciosa explanação sobre a atual situação politica e social na Pátria Bolivariana.

Podemos ali constatar o papel que a comunicação social, propriedade dos grandes grupos económicos e serventuárias da estratégia do imperialismo, manipulam, mentem e são parciais.

Como já temos denunciado, a Venezuela é hoje o grande foco do Imperialismo Americano uma vez que é reconhecido à Pátria de Bolivar o papel fundamental que tem na América Latina e Caribe.

Sem negar as dificuldades que as forças progressistas enfrentam perante a ofensiva dos EUA que atingem no momento um pico de agressividade, o Vice Ministro Yván Gil, não deixou de afirmar a determinação do Governo e do Povo Venezuelano no combate contra a direita reacionária interna e a ingerência externa, liderada pela O.E.A. que é, como o demonstra nas suas tomadas de posição uma correia de transmissão do imperialismo Americano.

A Associação de Amizade Portugal Cuba, reitera toda a solidariedade com a Revolução Bolivariana e o seu Povo e, condena veementemente as práticas de terror que constituem a imagem de marca das políticas da Pátria do Imperialismo autentico império do mal como o demonstram os ataques a países sobramos, como aconteceu recentemente na martirizada Síria, o apoio a estados que praticam o genocídio como é o caso de Israel que se associam ao fascismo como é exemplo na Ucrânia e que não hesitam em assassinar dirigentes de Estados progressistas como aconteceu na Líbia.

Não tem fim os atentados contra a humanidade perpetrados pelo imperialismo. A guerra é o seu campo de prosperidade e é chocante vermos e assistirmos, por parte de todos quantos se vestem de democratas darem cobertura ou apoiarem incondicionalmente, de olhos fechados, atitudes e politicas que nos podem encaminhar para uma tragédia mundial.

Aa AAPC entende e empenha-se no exército internacionalista que luta pela Paz, junto com os trabalhadores e o Povos por um mundo mais justo e livre.

Solidariedade com a Venezuela, com Cuba o Equador e toda a América Latina e Caribe.

Solidariedade com todos os Povos que lutam pela sua Soberania como na Palestina e o povo Saraui.

Solidariedade Internacionalista

A luta continua.

Venceremos!

 

 

O POLVO INTENSIFICA O SEU ABRAÇO À VENEZUELA

NOVA DERROTA DO IMPERIALISMO AGORA NO EQUADOR

Associação de Amizade Portugal Cuba condena a nova tentativa de Golpe de Estado na Venezuela agora com o envolvimento inadmissível da Organização dos Estados Americanos (OEA), que o governo da República de Cuba desmascarou frontalmente.

Expressamos firmemente a condenação pelas manobras dos círculos mais reacionários e antipatrióticos quer internos quer externos com o objetivo de criarem o caos e a insatisfação populares, ignorando a lei fundamental do país e apelando inclusivamente à intervenção do exército.

A Associação de Amizade Portugal Cuba, organização solidária com o povo cubano, a sua revolução socialista e com todos os processos progressistas na América Latina que se assumem como frente de resistência ao imperialismo, expressa neste momento, em que a Revolução Bolivariana é, na sequência de anteriores tentativas e golpes, alvo de mais uma conspiração, a sua solidariedade ao povo da Venezuela e ao seu legítimo Governo.

Saudamos também efusivamente a vitória eleitoral no Equador que representa um rude golpe nas pretensões de assalto do Imperialismo, com os EUA à cabeça, ao regime progressista Equatoriano.

Condenamos a guerra económica e mediática que organizações de extrema-direita, estruturas ligadas ao grande capital e ao imperialismo, têm desenvolvido ao longo dos últimos anos, agora ainda mais animados com a presença do novo timoneiro da guerra e do golpe na Casa Branca contra os estados que quiseram escolher o seu próprio caminho e pugnam pela defesa da sua soberania e lutam por uma vida digna para os seus povos.

A Associação de Amizade Portugal Cuba, destacando o papel que a Venezuela tem tido na solidariedade com Cuba e todos os povos e governos que lutam por sociedades mais justas presta a sua solidariedade ativa ao Povo e ao Legitimo Governo Bolivariano.

VIVA A REVOLUÇÃO BOLIVARIANA!

O POVO VENCERÁ!

 

Intervenção de Anabel Serrallonga Hidalgo 

3ª Secretária da Embaixada de Cuba em Portugal

Vimos por este meio corrigir a informação divulgada na imagem publicada.

O Documentário-Debate terá lugar no domingo, 12 de Março, às 15:00 no Auditório do Pavilhão Municipal do Alto do Moinho.

Pedimos a vossa compreensão e apelamos à vossa presença neste momento de esclarecimento e de discussão.

 

 

 

A CAMARADA

 

És a minha camarada

e antes de ti só ponho

a Revolução;

te afanas e afadigas,

compreendo,

pelas crianças,

pelos bairros de cartão,

lata e lixo,

pelos doentes e mortes prematuras.

Hoje estás aqui,

junto aos meus olhos que te seguem;

amanhã em Santiago

ou Pinar del Rio

ou no meio da madrugada

organizando rectificações,

tentando pôr de pé

o que caiu,

cerceando o apodrecido.

Assim, jardineira, construtora,

ser do vento, semeando e indo...

A ti não te destrói

Praia Girón,

novos mercenários ou fuzileiros,

em ti falha o terror;

tu pensas, tu trabalhas,

para que as coisas sejam

como devem ser.

 

Alcides Iznaga