Intervenção de Augusto Fidalgo

Presidente da Direcção Nacional da AAPC

27.Janeiro.2018

Caros companheiros,

A Associação de Amizade Portugal Cuba saúda todos os amigos pela sua presença nesta iniciativa, que assinala o 59º aniversário da Revolução Cubana, homenageando também os seus heróis e o seu Povo.

Recordando igualmente que faz amanhã 165 anos, 28 de Janeiro de 1853, nascia José Marti.

Mártir da guerra com a Espanha pela independência de Cuba, ideólogo do processo revolucionário que foi inspiração para a construção da Cuba Socialista.

Saudamos particularmente a presença da Senhora Embaixadora de Cuba, Mercedes Martinez, desejando-lhe os maiores êxitos no desenrolar da sua missão no nosso País.

Pela nossa parte, tudo continuaremos a fazer, para que a nossa solidariedade continue expressiva e se desenvolva para que o conhecimento do Processo Revolucionário Cubano e a luta do seu Povo contra o criminoso Bloqueio imposto pelo Imperialismo Americano e seus pares seja inspiração para a luta por uma vida melhor.

Hoje vivemos sob o engano e a mentira promovida por uma comunicação social de classe a mando dos interesses das gigantescas multinacionais apátridas.

É a manipulação ao serviço do imperialismo Norte-Americano acompanhado sem escrúpulos, de espécie alguma, por políticas de direita duma Europa servil perante os interesses das grandes multinacionais.

Receita milagrosa, que visa fundamentalmente promover o obscurantismo e a mentira, alterando factos, tornando agredidos em agressores, com o objetivo supremo de preparar o caminho para a agressão e para invasão de Estados soberanos para “democraticamente” se dar início ao saque.

É o Imperialismo no seu esplendor, sem conseguir esconder ele próprio, que se encontra mergulhado numa crise sem fim à vista.

A sua agressividade e bestialidade assassina são demonstrativas disso mesmo e, é isso que o torna cego e o transporta para o conflito permanente de cariz belicista, porque quando mergulhado nas suas contradições a sua natureza predadora torna-se ainda mais visível.

 

Os acontecimentos na Síria e na Venezuela, a permanente agressão à Coreia do Norte, o cerco agressivo e provocatório feito à Rússia, o apoio ao fascismo na Ucrânia, o expansionismo de Israel usurpando a Pátria ao martirizado Povo da Palestina, só para ficarmos por alguns exemplos, são disso mesmo prova cabal e demonstram até onde pode chegar a sua arrogância e agressividade cujos objetivos estão sempre relacionados com o saque dos povos nem que para isso tenha de sacrificar a vida de milhares de seres.

A história tem-nos demonstrado esta realidade absoluta. Na verdade, a capacidade de tornar o agressor em agredido só tem sido possível graças ao papel miserável de uma comunicação social, que se tem prestado a cumprir o papel que na Alemanha Nazi, Joseph Goebbels, ministro da propaganda, utilizava.

Que serviço à humanidade tem prestado a comunicação social do dito “mundo livre”???

São na verdade cúmplices destes horrores, como cúmplices são os políticos que, não ignorando a realidade dos factos e por clara opção ideológica tornam possível que verdadeiros atentados e crimes à dignidade humana sejam praticados.

Bem podem estes autointitulados democratas bater com a mão no peito e chorar lágrimas de crocodilo, os seus actos estão gravados na mente dos povos. Não têm perdão!

Trump, para justificar o agravamento do Bloqueio e colocar novas dificuldades às relações diplomáticas entre os dois povos, reclama os Direitos Humanos para uma nação, onde o povo tem acesso à educação gratuita, à cultura, à saúde e à livre opinião. País onde o Povo elege de forma direta os seus dirigentes a todos os níveis da vida politica e, onde essa participação é elevadíssima, coisa que, em nenhuma das situações mencionadas os E.U.A. garante ao seu próprio povo.

Temos no entanto de referir que a proclamação de tal diretiva não nos surpreendeu.

Intervenção que vem na linha daquilo que tem sido a política e prática do Imperialismo na senda internacional. As razões mencionadas para a decisão imperial de Trump, projetada ao seu estilo muito peculiar, tinha tudo para nos proporcionar um bom momento de diversão, não fora o facto de, tal diretiva ter muito que se lhe diga dos intentos que a motivaram: Trump, e quem ele representa, não quer exemplos como o de Cuba à porta da sua casa.

Trump quer eleições em Cuba com muitos partidos e, enquanto assim não for, haverá bloqueio! Assim sendo vamos todos ficar à espera do anúncio por parte dos E.U.A. de impor o Bloqueio total à Arábia Saudita pelas mesmas exigências que são feitas a Cuba.

A causa dos Direitos humanos para os Estados Unidos, que têm dado cobertura às suas intervenções diretas ou indiretas em vários estados soberanos, tem-se visto no que tem dado e, quando não o conseguem através de estados cúmplices, utilizam o terrorismo. É só atentarmos ao que se passa no Médio Oriente, agora também com o Irão sobe o olhar dos falcões Yankees.

Os recentes desenvolvimentos que se verificaram com a estrondosa derrota militar na Síria quer com a aproximação, ainda que em fase muito precoce, das Coreias, são demonstrativos de que as políticas belicistas do Imperialismo podem ser derrotadas.

A presença dos Estados Unidos no mundo está coberta de sangue e são seus cúmplices todos quantos lhe dão cobertura para que atinjam os seus intentos e a comunicação social é parte importante na sua estratégia.

Cuba continuará a luta contra o Bloqueio, e simultaneamente, a construção do Socialismo, garantindo as conquistas sociais já alcançada e procurando melhorar a vida do seu Povo.

Pela nossa parte, procuraremos sempre melhorar o nosso trabalho contribuindo assim com a nossa humilde ajuda para a superação das dificuldades que se colocam à pátria socialista. Aproveitamos para relembrar que decorre uma Campanha de Solidariedade com Cuba na sequência da devastação causada pelo Furacão IRMA. No próximo sábado dia 3 de Fevereiro, vai realizar-se em Évora um grande espetáculo, com a participação de numerosos artistas que quiseram associar-se a esta Campanha e assim darem o seu valioso contributo graciosamente para esta causa.

A AAPC, está a organizar a deslocação a quem tenha condições para nos acompanhar. Toda a informação está disponível no nosso Facebook ou podem também recolher o esclarecimento necessário através de contacto telefónico.

A Associação de Amizade Portugal Cuba reafirma com veemência toda a solidariedade ao Povo Cubano e ao seu Governo Revolucionário e continuará a lutar com toda a sua energia contra o vergonhoso Bloqueio imposto ao Povo de Cuba.

O Bloqueio será vencido!

Cuba vencerá!