A realização do Encontro Nacional de Solidariedade com Cuba, que se realizará no próximo dia 21 de Janeiro na cidade de Almada, pretende ser um importante momento para o reforço da solidariedade com Cuba e o seu povo, um impulso para o desenvolvimento da organização e intervenção da Associação de Amizade Portugal Cuba e um momento de convergência de todos aqueles – individualidades e organizações – que se mostram solidários com Cuba.

Questões como a luta pelo fim do Bloqueio económico contra Cuba, o fim das acções de ingerência e discriminação de Cuba e a devolução do território ocupado de Guantánamo pelos E.U.A, são, a par com o aprofundamento dos laços de amizade entre o povo português e o povo cubano e a divulgação das conquistas, realidade e cultura cubanas em Portugal, alguns dos objectivos de intervenção e trabalho que queremos reforçar com a realização deste Encontro Nacional. 

O Encontro terá uma primeira parte, com início às 10:30, dedicada às questões de organização do trabalho, quer no âmbito da estrutura da AAPC e dos seus núcleos, quer da relação de cooperação com outras estruturas unitárias que de forma permanente cooperam com a AAPC. A segunda parte do Encontro Nacional, prevista para as 14:30, após um intervalo para almoço, centrará a atenção no aprofundamento e discussão sobre a realidade cubana, os principais desafios da sua Revolução no plano interno e externo, bem com como o enquadramento internacional e regional da realidade cubana.

Para tal a AAPC, organizadora deste Encontro Nacional, convidou vários oradores que se debruçarão sobre temas como: o enquadramento internacional; os actuais desafios da Revolução Cubana; as Conquistas do Povo cubano e da Revolução Socialista; a democracia e a participação popular em Cuba; as relações entre Portugal e Cuba; o Bloqueio Económico dos E.U.A. contra Cuba; as relações entre a União Europeia e Cuba; Cuba e a evolução na América Latina; as eleições nos E.U.A. e suas implicações nas relações com Cuba.