Colômbia e FARC-EP, chegaram a acordo

Na sequência de negociações iniciadas em 19/11/2012, que tiveram lugar em Cuba e com a mediação deste País, foram conseguidos Acordos sobre o cessar-fogo e o fim das hostilidades bilateral e definitivo, a deposição de armas e garantias de segurança, a partir das 12h. de hoje. As respectivas cerimónias serão transmitidas pelos vários canais informativos da América Latina.

Para participarem na cerimónia de assinatura dos Acordos, chegaram a Cuba ontem à noite várias personalidades da América Latina, nomeadamente o presidente da Venezuela, o presidente de Salvador e o presidente da Assembleia Geral da ONU.

 

O primeiro, Nicolás Maduro, salientou a importância de Hugo Chávez em todo o processo, sobretudo para o seu início e primeiros passos. O segundo, Sánches Cerén, disse que era um privilégio para o seu país estar presente num acontecimento que é histórico e cuja importância não tem só a ver com a paz na Colômbia mas também com todo o processo que se vive na América Latina - a sua consolidação como “Zona de Paz”.

O terceiro, Mogens Lykketoft, acompanhará o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon na assinatura do acordo.
As Nações Unidas terão um importante papel na monotorização e verificação dos acordos alcançados sobre o cessar-fogo e o fim das hostilidades.

 

Artigo de Rui Barreiros

Núcle de Coimbra da AAPC